Quem Somos

 

A Fundação Vítor Reis Morais foi constituída por escritura pública a 27 de dezembro de 2002, como instituição particular de solidariedade social, com sede em Lisboa, sendo instituída por Victor Manuel Estêvão da Fonseca dos Reis Morais, através de parte do seu património imobiliário pessoal.


Mais tarde, a Fundação foi reconhecida por Despacho de 22/12/2004 pelo Ministro da Segurança Social da Família e da Criança e o respetivo registo foi lavrado em 10/02/2005 no Livro das Fundações de Solidariedade Social da Direção Geral da Segurança Social.


O nosso fundador, Victor Manuel Estêvão da Fonseca dos Reis Morais, não tendo descendência direta, almejava poder criar uma Fundação de Solidariedade que tivesse respostas sociais para acolher e cuidar pessoas idosas, num contexto de dignidade, identidade, liberdade, expressão cultural e artística, mas que, acima de tudo, trouxesse uma resposta inovadora que criasse uma vivência de cuidado e felicidade às pessoas que acolhesse.


Tendo falecido em agosto de 2018, o nosso Fundador não vivenciou em pleno as respostas que idealizou através da Fundação, apesar de ter estado intrinsecamente envolvido no projeto de construção e também no modelo de funcionamento humanista inovador das respostas hoje em funcionamento.


A atual Administração da Fundação orgulha-se de poder honrar o desejo do Fundador, tendo em funcionamento a tão almejada resposta identitária, integrada e inovadora para o envelhecimento bem como um conjunto de outras respostas socias que correspondem ao desejo ético, identitário, solidário e altruísta que estão na génese da Fundação Vítor Reis Morais. 

A Fundação Vítor Reis Morais tem hoje 13 respostas sociais nas áreas da primeira infância, crianças e jovens em perigo, família e comunidade, envelhecimento integrado e ativo e que funcionam com a dedicação e capacitação de mais de 120 funcionários que apoiam diariamente cerca 440 utentes.